×

Mensagem de aviso

  • Cisco Support Forums is in Read Only mode while the site is being migrated.
  • Cisco Support Forums is in Read Only mode while the site is being migrated.

Orquestração para Data Center e Cloud com Cisco Unified Computing System (UCS) Director

Documento

seg, 09/12/2016 - 09:27
set 12th, 2016
User Badges:
  • Cisco Employee,
  • Events Top Contributors,

    2013


Introdução


  

 


Pedro Ivo Santos Mauri é formado em Engenharia de Telecomunicações pelo Instituto Nacional de Telecomincações (INATEL-MG) e trabalha na Cisco como Consultor de Soluções Cloud, com foco em DC Managed Services, Nuvens Privadas e ACI.Já atuou nas áreas de Segurança e Data Center. Possui certificações CCNP, CCNP Security, CCDP, VMware Certified Professional (VCP4 e VCP5) e ITIL v3 Foundation. Foi 'Top Contributor' da Comunidade de Suporte em Português da Cisco (CSC) em 2013, com tópicos e vídeos de Segurança e Data Center. Possui MBA em Cloud Computing pela FIAP e Babson College (Boston).
 
Você pode fazer o download da  apresentação em formato PDF aquí. Também pode encontrar a sessão de Pergunte ao Especialista do evento aquí.








Orquestração para Data Center e Cloud com Cisco Unified Computing System (UCS) Director



P: Posso incluir vários workflows em um mesmo item do catálogo de serviços?

R: A princípio não é possível incluir vários workflows em um item do catálogo de serviços. É necessário criar um workflow customizado que contenha todos os passos combinados dos workflows originais e, então, criar um item no catálogo de serviços com esse novo workflow.


P: Como escolho o Port Group para uma VM?

R: O port group para uma VM é um “user input”. Quando você edita o workflow, no momento de selecionar user imputa, existe, dentre as várias opções, um item que pede para o que o usuário selecione um, dentre os port groups disponíveis, para conectar a VM. Este “user input” não é selecionado por padrão. Existe uma infinidade de “user inputs” que podem ser selecionados com um simples check mark para aumentar a interatividade dos workflows.


P: Quais as principais diferenças entre standard vDC e container vDC?

R: Standard vDC é genérico para infraestrutura e infraestrutura convergida. Ele pode conter qualquer elemento para orquestração. Container vDC é focado em uma solução específica, com arquiteturas específicas e contain workflows fim-a-fim incluídos para essas soluções. Existem vários tipos de containers: Fenced Containers (automatiza a criação de redes virtuais, VSG ou Linux Fie cria zonas de segurança para as máquinas virtuais; VACS (automatiza a criação de balanceamento de carga, VSG, CSR1000v, Virtual Zone Based FW) e ACI (automatiza a criação de tenants e o mapeamento necessário para a rede).


P: O VACS seria o responsável por ajudar no passo 1 do UCS?

R: Não. O VACS é vDC para uma solução virtual e parte do princípio que você já tem UCS com Service Profile e ESXi instalado neles. Porém, o UCS Director é capaz de automatizar todas as funções do UCS uma vez cabeado e conectado ao UCS Manager.


P: O que ocorre quando não há mais recurso físico, por exemplo vCPU, e o usuário executar o template de criação de uma nova máquina virtual ou adição de vCPU em uma previamente criada? O status do erro é amigável ou tenho que analisar logs?

R: Quando um recurso no qual o UCS Director está tentando provisionar uma VM se esgotar e não for possível prosseguir com a tarefa, o vCenter se encarregará de notificar (erro) o UCS Director e o mesmo interromperá a tarefa e notificará o usuário e o admin do UCS Director.
O erro é genérico do ponto de vista do usuário que executou o workflow. Para o admin do UCS Director, o log é detalhado e tão simples quanto o vCenter puder torná-lo.


P: Exsite um portal para que possamos acessar o UCS?

R: Pergunta respondida através do Pergunte ao especialista

Informação relacionada



 

Loading.

Ações

This Document