Comparativo de comandos - IOS vs NX-OS

Comandos   do IOS / Comandos do NX-OS

Função   / Observações

show   version

Exibe   informações sobre a imagem de software atualmente em uso e uma visão geral   sobre o hardware instalado.

show module

Exibe   informações sobre os módulos instalados, incluindo o número do slot, tipo de   módulo, quantidade de portas em cada módulo, bem como seu MAC address e   status.

router(config)#   do <comando   Exec>


nexus(config)# <comando Exec>


ou


nexus(config)# do <comando Exec>

Utilizado   para visualizar informações a partir do prompt do modo de configuração   global.


Nota: No NX-OS, a tecla [Tab] e a tecla "?" funcionam para comandos do   modo Exec mesmo dentro do modo de configuração global. Embora o comando   "do" esteja funcionando   atualmente no NX-OS, este comando não é documentado.

reload

Reinicia   o sistema operacional do equipamento de forma global

Nota: No Nexus 7000, este   comando só funciona quando executado a partir do VDC padrão (default).

6500
hw-module module slot reset


4500
no hw-module [slot | module] numero power


hw-module
[slot | module] numero power

reload module slot

Reinicia   um módulo instalado no equipamento (desligando e depois ligando-o novamente).

Nota: No Nexus 7000, este comando só   funciona quando executado a partir do VDC padrão (default).

service timestamps [debug | log] [uptime | datetime [msec]]   [localtime] [show-timezone] [year]

debug logging
logging timestamp {microseconds | milliseconds | seconds}

Aplica   um timestamp às mensagens de debugging ou às mensagens de logging.

Nota: Para habilitar debug   logging no NX-OS é necessário utilizar o comando de configuração 'debug logging'. O NX-OS não possui muitas opções para timestamps.

service   password-encryption


! Não há comando equivalente no NX-OS

Nota: Por padrão, o NX-OS encripta   as passwords configuradas em texto puro, verificando ainda o quão fortes são   estas passwords.

logging buffered [discriminator discr-name]   [buffer-size] [severity-level]


logging logfile logfile-name severity-level [size bytes]

Habilita   o logging de mensagens do sistema para o buffer local

username user-id {nopassword | password password | password encryption-type encrypted-password}

username user-id [password [0 | 5] password ]

Cria e   configura uma conta de usuário local.

Nota: Por padrão, o NX-OS   encripta as passwords configuradas em texto puro, verificando ainda o quão   fortes são estas passwords.

aaa new-model
aaa authentication login default group tacacs+ local
aaa authentication login console none
aaa authentication enable default none
aaa authentication ppp default local
aaa accounting exec default start-stop group tacacs+
aaa accounting commands 0 -15 start-stop group tacacs+
aaa accounting commands 15 default start-stop group tacacs+
aaa session-id common

aaa authentication login default   group tacacs+ local
aaa authentication login console none
aaa user default-role
aaa accounting default group tacacs+

Usado   para configurar AAA.

Nota: Nem   todos os comandos são suportados no NX-OS.

clock timezone zone hours-offset [minutes-offset]
clock summer-time
zone recurring [week day month hh:mm week day month   hh:mm [offset]]

clock timezone zone-name offset-hours offset-minutes
clock summer-time zone-name start-week start-day start-month   start-time end-week end-day end-month end-time offset-minutes

Configura   o time zone offset (tendo UTC como   referência) e o período de horário de verão.

ip subnet-zero
no ip source-route
no ip bootp server

! Não há comando equivalente no NX-OS

Estes   comandos não estão disponíveis no NX-OS.

no ip domain-lookup
ip domain-name [vrf vrf-name] nome

no ip domain-lookup
ip domain-name
domain-name [use-vrf name]

Desabilita   a feature de DNS lookup e configura um nome de domínio.

ip ssh time-out <segundos>
ip ssh authentication-retries
<tentativas>
ip ssh version 2ip

feature ssh
ssh key {dsa [force] | rsa
[length [force]]}

Habilita   um servidor SSH.

Nota: Os comandos para SSH   no NX-OS são diferentes dos comandos no IOS. O NX-OS suporta   apenas SSHv2.

power redundancy-mode {redundant | combined}

power redundancy-mode {combined |   insrc-redundant | ps-redundant | redundant}

Configura   o modo de redundância das fontes de alimentação.

6500
no power enable module slot


4500
no hw-module [slot | module] slot power

poweroff module mod

Desliga   um modulo a partir do modo de configuração global.

redundancy
mode sso
main-cpu
auto-sync standard


! Não há comando equivalente no NX-OS

Configura a redundância das CPUs.

Nota: O Nexus   7000 suporta dois módulos de supervisoras para oferecer redundância 1+1 para control   plane e management plane.

Apenas   uma das supervisoras permanence ativa num dado momento, enquanto a outra atua   como standby (backup). Nenhum comando de configuração é necessário.

spanning-tree mode [pvst | mst |   rapid-pvst]

spanning-tree mode [rapid-pvst |   mst]

O modo   padrão no IOS é PVST; o modo   padrão no NX-OS é RPVST.

Nota: Ao configurar este   comando todas as instâncias STP são paradas no modo de operação anterior e   reiniciadas no novo modo.

spanning-tree extend system-id

! Não há comando equivalente no NX-OS

Habilita   o extended system ID num chassi que suporte 1024 MAC addresses.

Nota: O NX-OS não utiliza   este comando, uma vez que o extended system ID é habilitado automaticamente   no NX-OS.

spanning-tree   vlan vlan-id priority value

Define a bridge priority do STP

vlan internal allocation policy ascending


! Não há comando equivalente no NX-OS

Configura   o esquema de alocação de VLANs internas.

Nota: O NX-OS não suporta este comando.

interface type slot/number
switchport
switchport mode access switchport access vlan
vlan-id
spanning-tree portfast
[speed {10 | 100 | 1000 | auto [10 | 100 | 1000] |   nonegotiate}]


interface
type slot/number
switchport
switchport host switchport access vlan
vlan-id
[speed {10 | 100 | 1000 | auto   [10 | 100 | 1000] | 10000 | auto}]
vlan
vlan-id

Configura   uma porta de acesso Layer 2.

Nota: O NX-OS utiliza "Ethernet" como tipo para todas interfaces   FastEthernet / GigabitEthernet / TenGigabit Ethernet. A VLAN listada no campo   vlan-id precisa ser criada localmente para que a interface fique ativa.

interface type slot/number
switchport
switchport mode trunk
[switchport trunk allowed vlan vlan-id]
switchport trunk encapsulation [isl | dot1 | negotiate]
[switchport trunk allowed vlan add vlan-id]
[speed {10 | 100 | 1000 | auto [10 | 100 | 1000] | nonegotiate}]


interface
type   slot/number
switchport
switchport mode trunk
[switchport trunk allowed vlan
vlan-id]
[switchport trunk allowed vlan add
vlan-id]
[speed {10 | 100 | 1000 | auto [10 | 100 | 1000 ] | 10000 | auto}]

Configura   uma porta trunk

Nota: O NX-OS suporta apenas encapsulamento 802.1Q.

vlan vlan-#
interface vlan-#
no shutdown


vlan
vlan-#
feature interface-vlan
interface vlan-#
no shutdown

Configura   uma interface VLAN

Nota: No NX-OS, a feature “interface-vlan” precisa ser habilitada antes   da criação de uma interface VLAN. A VLAN também precisa existir localmente   para que a interface fique ativa.

interface port-channel channel-#
switchport
switchport mode
. . .
interface type slot/number
switchport
channel-group
group_number mode {active | auto | desirable | on | passive}


feature LACP
interface port-channel
channel-#
switchport
switchport mode . . .
interface
type slot/number
switchport
channel-group
channel-number [force] [mode {on | active | passive}]

Configura   um port channel Layer 2 usando LACP.

Nota: No NX-OS, a feature LACP precisa ser habilitada antes de sua   utilização.

vtp   domain domain-name

Configura   o nome do domínio VTP

vtp   {server | client   | transparent}

vtp mode transparent

Configura   o modo de operação do VTP.

Nota: O NX-OS suporta VTP apenas em modo transparente.

udld {enable | aggressive}

feature udld

Habilita   o UDLD globalmente no equipamento.

ip route prefix mask   next-hop-address


ip route ip-prefix/length next-hop-address

Configura   rotas estáticas.

ip access-list extended access-list-name  
[sequence-number] {permit | deny} protocol   source source-wildcard destination destination-wildcard . . .

ip access-list
access-list-name
[sequence-number] {permit | deny} protocol source destination . . .

Cria ou   configure uma ACL IPv4


Nota: O NX-OS suporta um tipo de ACL IPv4, que é similar à ACL nomeada   (extendida) no IOS.

ip access-list resequence access-list-name starting-sequence-number increment


resequence access-list-type access-list access-list-name starting-sequence-number increment

Usado   no resequenciamento de uma ACL.

router eigrp as-number

feature EIGRP
router eigrp
instance-tag
[autonomous-system as-number]

Configura   o roteamento EIGRP.

Nota: No NX-OS, a feature EIGRP precisa ser habilitada antes de sua   utilização. Você pode utilizar qualquer string alfanumérica (case-sensitive)   de até 20 caracteres como um instance tag. Se você configurar um instance-tag que não seja qualificado como um número de AS, você deverá ainda utilizar   o comando autonomous-system para configurar o número do AS explicitamente.   Caso isso não seja feito, esta instância EIGRP irá permanecer em shutdown

router(config-router)#
network ip-address [wildcard-mask]

interface type slot/number
ip address ip-prefix/length
ip router eigrp instance-tag

Associa uma rede a uma instância EIGRP.

Nota: No NX-OS, uma rede é configurada no EIGRP associando   a referida interface diretamente à instância EIGRP.

O NX-OS usa notação CIDR para endereços IP, mas   pode aceitar o formato endereço-ip subnet-mask também.

router ospf process-id

feature OSPF
router ospf
instance-tag

Configura   o roteamento OSPF.

Nota: No NX-OS, a feature OSPF precisa ser habilitada antes de sua   utilização. A instance-tag é localmente assignada e pode qualquer   string alfanumérica ou valor numérico inteiro (positivo).

router(config-router)#
network ip-address wildcard-mask area area-id

interface type slot/number
ip address ip-prefix/length
ip router ospf instance-tag area area-id

Associa   uma rede a uma instância  OSPF.


Nota: No   NX-OS, uma rede é configurada no OSPF associando a referida interface diretamente   à instância OSPF.

interface type slot/number
ip address ip-address mask
ip helper-address ip-address
standby [group-number] ip ip-address
standby [group-number] timers hellotime holdtime
standby [group-number] priority priority
standby [group-number] prempt


feature hsrp
ip dhcp relay
interface
type slot/number
ip address ip-prefix/length
ip dhcp relay address
ip-address
hsrp
group-number
ip
ip-address
timers hellotime holdtime
priority priority
prempt

Configura   o HSRP com um endereço IP helper associado a um servidor DHCP. Neste caso a sintaxe   dos comandos é diferenciada. O NX-OS também utiliza 'hsrp' como uma   palavra-chave, enquanto o IOS utiliza a palavra 'standby'.

Nota: No NX-OS, a feature HSRP precisa ser habilitada antes de sua   utilização. Para usar o DHCP relay, o serviço DHCP também precisa estar   habilitado.

O   holdtime do HSRP precisa ser pelo menos três vezes maior que o tempo dos   hellos.

O NX-OS   usa notação CIDR para endereços IP, mas pode aceitar o formato endereço-ip   subnet-mask também.


Antes da versão 4.2(1) do NX-OS, o comando service dhcp era utilizado   para habilitar o DHCP Relay. A partir da versão 4.2(1) do NX-OS, o comando   foi alterado para ip dhcp relay.

ip dhcp   pool name

! Não há comando equivalente no NX-OS

Configura   um pool de endereços num servidor DHCP.

Nota: O NX-OS suporta DHCP snooping e DHCP relay, mas ele não funciona com um servidor DHCP.

ip multicast-routing

feature PIM

Habilita   o roteamento IP multicast

ipv6 unicast-routing
interface
type slot/number
ipv6 address ipv6-prefix/prefix-length eui-64

interface
type slot/number
ipv6 address ipv6-prefix/prefix-length eui-64

Habilita   o encaminhamento de tráfego IPv6 numa interface.

Nota: No NX-OS não  é necessário   habilitar o roteamento IPv6 globalmente.

ntp server ip-address

ntp enable
ntp server
host [prefer]

Configura   o NTP.

ntp authenticate
ntp authentication-key md5
value
ntp trusted-key key-number
ntp update-calendar
ntp server
ip-address key key-id


! Não há comando equivalente no NX-OS

Configura   opções de autenticação para o NTP.

Nota: O NX-OS atualmente não suporta chaves de autenticação NTP.

monitor session session-# source interface type slot/number
monitor session session-# destination interface type   slot/number

interface type slot/number
switchport

switchport monitor [ingress | learning]
monitor session session-number
description description
source interface
type slot/number
destination interface type slot/number

Habilita   sessões de SPAN em interfaces ou VLANs

snmp-server community RW-string RW acl-#
snmp-server community RO-string RO acl-#
snmp-server enable traps snmp authentication linkdown linkup coldstart   warmstart
snmp-server enable traps tty
snmp-server enable traps entity
snmp-server enable traps port-security
snmp-server enable traps config
snmp-server host
ip-address string
snmp ifmib ifindex persist

snmp-server community
RW-string RW
snmp-server community
RO-string RO
snmp-server community
RW-string use-acl acl-name

snmp-server community RO-string use-acl acl-name
snmp-server enable traps snmp authentication
snmp-server enable traps link

snmp-server enable traps entity
snmp-server host ip-address string

Habilita   opções comuns de SNMP.

Nota: A sintaxe dos comandos no NX-OS é diferente.

tacacs-server host ip-address
tacacs-server directed-request
tacacs-server key [0 | 7] key

feature tacacs+
tacacs-server host
ip-address
tacacs-server directed-request

tacacs-server key [0 | 7] key

Configura um servidor TACACS+

Histórico de versão
Revisão #
1 de 1
Última actualização:
‎11-29-2011 12:57 PM
Actualizado por:
 
Etiquetas (1)
Marcas (2)