Getting started with IPv6

IPv6 Dez melhores maneiras de conhecer IPv6


  1. Obtenha       IPv6 nativo de seu provedor de internet!
  2. Use       o protocolo 6rd com algum provedor como Comcast (veja: http://www.comcast6.net)
  3. Use um Tunnelbroker (http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_IPv6_tunnel_brokers)
  4. Use       uma aplicação em Windows de algum fornecedor como http://gogonet.gogo6.com/
  5. Use       o protocolo 6to4 em um roteador com suporte à eles (http://en.wikipedia.org/wiki/6to4)
  6. Faça       uma conexão VPN para uma máquina física ou virtual       numa rede dual-stack.
  7. Use       Cisco Anyconnect para alguém que tem um ASA numa rede IPv6.
  8. Use       Teredo (Shipworm) or Miredo (ou não, não é realmente       uma boa ideia)
  9. Mude       para casa de um amigo que já esteja sobre Ipv6.
  10. Confie na      RFC1149

Em fevereiro de 2011, o último bloco IPv4 ainda não utilizado foi alocado mas a Internet continua a crescer apesar da iminete exaustão de endereços. A fim de se manter este crescimento sem  interrupção, a Internet e todos os seus usuários  terão que fazer a transição para o IPv6, um protocolo quem  provê um número praticamente ilimitado de endereços para  dispositivos. IPv6 já foi distribuído em muitas grandes redes  Cisco, mas o esgotamento de endereços IPv4 serviu para inspirar a maior  adoção do IPv6; Muitas organizações estão  esboçando planos ambiciosos de transição.

Embora nem todos os  provedores de serviços ofereçam IPv6, existem diversas  opções para se executar o IPv6 em uma rede pequena de modo que se  possa começar a ter alguma experiência com este novo protocolo.  Existem diversos “tunnel brokers” poderão oferecer a quem  adotá-lo um bloco de 264 endereços (um “prefixo  /64”) ou mesmo de 280 endereços (um “prefixo /48”),  a propósito. Para se ter uma ideia, os menores destes dois blocos  poderia acomodar uma cópia completa de toda a internet, mesmo se um  único nó nesta cópia tivesse uma outra cópia de  toda a internet nele. Há 18.4 quintilhões de endereços  estáticos utilizáveis num bloco “/64”. Compare isto a  1 ou 5 endereços IPv4 que se poderia obter de seu atual provedor de  serviços, se ainda fosse possível obter um endereço IPv4  globalmente roteável.

Então como dar  início ao uso do IPv6? A maioria dos dispositivos suporta IPv6, desde  desktops a smartphones; só é preciso conectividade IPv6 ativada  na sua LAN para eles começarem a se comunicar. Tipicamente, qualquer  roteador IPv6 propriamente ativado, anunciará o prefixo (“subrede”)  IPv6 global configurado e rotear esta informação de  endereço uma vez que obtiver sua própria conectividade, e os  nós IPv6 irão imediatamente começar a se comunicar desde  que seja detectado a disponibilidade do IPv6.

O melhor caminho de  ação é sabe de seu provedor de internet (ISP) se ele pode  prover IPv6. Por exemplo, usuários de xs4all.nl e free.fr têm IPv6  nativo, assim como usuários da NTT no Japão. Nos Estados Unidos,  a Comcast tem um programa beta (em fase de testes, detalhada em http://www.comcast6.net) na qual qualquer  usuário com um roteador que suporta o protocolo “6rd” pode  conseguir um espaço de endereços “/64”. O software  Cisco IOS na versão 15.1(3)T suporta 6rd, assim como versões mais  atuais de firmwares alternativos que se executam em muitos roteadores caseiros  incluindo os populares modelos Linksys. Comcast provê a  informação necessária para configurar esses  serviços no endereço citado.

A maioria das pessoas  terão de usar um “tunnel broker” enquanto estiverem  esperando por seus ISPs ofererem IPv6. Existem três grandes provedores  que oferecem nós com túnel IPv6 grátis e blocos de  endereços:  Hurricane Electric  (http://www.tunnelbroker.net), GogoNet Freenet (http://gogonet.gogo6.com) e  SixXS.net (http://www.sixxs.net).  Todos estes provedores usam  uma gama de diferentes tecnologias de tunelamento e abordagem, mas ele oferecem  gratuitamente conectividade tunelada e blocos de endereços. Cada um tem  sua maneira de se conectar. A Hurricane Electric usa o protocolo 6in4 e  provê configurações de exemplo customizadas para IOS.  GogoNet oferece uma aplicação Windows que poder ser descarregada  para um PC e provê conectividade robusta para um único PC ou uma subrede  local, mesmo através de dispositivos NAT. SiXXS oferece um sistema  baseado nos protocolos AICCU e AYIYA que pode fazer uma  auto-configuração robusta e fácil atravessamento NAT.  Todos os três provedores estão cercados por comunidades  consistentes de usuários que estão dispostos a ajudar os  recém chegados!

É possível  ler também sobre o protocolo 6to4 como um provável protocolo de  transição. Embora seja simples configurar e de ser suportado por  uma certa quantidade de roteadores caseiros populares, experiências reais  mostram que por natureza é muito frágil, e seu uso enquanto um  mecanismo de transição pode ser uma fonte de dificuldades de  resolução de problemas e baixa performance. Nós recomendamos  que não se use e ao invés disso se obtenha um túnel com um  broker ou perguntar ao seu ISP qual são seus planos de suporte ao IPv6.


Para mais  informações sobre o que a Cisco está fazendo acerca do  IPv6, visite http://www.cisco.com/go/ipv6 ou tire suas dúvidas em http://supportforums.cisco.com/community/portuguese.

951
Apresentações
0
Útil
0
Comentários