Internet Protocol: Fundamentos. Q&A

Ricardo Lourenço

 

Durante este evento foram abordados conceitos fundamentais relacionados com IP Multicast. Inicialmente foram mostrados os modelos e os fundamentos da comunicação em Multicast e as suas características. Sendo detalhada também a comunicação em Multicast em Layer 2, bem como a comunicação Intra-Domínio explorando os conceitos de encaminhamento de tráfego em Multicast (RPF),  Distribution Trees (SPT e RPT) e os protocolos de roteamento de Multicast em suas variantes e características (PIM-DM e PIM-SM).

 

Ricardo Lourenço faz parte do time High Touch Technical Support da Cisco para América Latina no segmento de Routing and Switching. Formado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa. Ricardo possui mais de dez anos de experiência com projetos de desenho, teste, implementação e suporte de redes de comunicação. Possui certificação CCNP, CCIP, e CCIE Routing e Switching.

 

Perguntas e Respostas

P: ­Em que tipos de dispositivos posso colocar o endereço multicast? Posso colocar em um apple TV por exemplo?­

R: ­O endereço IP Multicast não é configurado no equipamento como faria com um endereço IP unicast. O endereço Multicast identifica um determinado grupo e, segundo o seu exemplo, a Apple TV poderia "juntar-se" a esse grupo e receber o respectivo tráfego.­ ­Usando o serviço de IPTV como um exemplo de Multicast, cada canal de IPTV é identificado por um endereço IP Multicast, e quando a Apple TV quer receber um determinado canal, tem que fazer join ao respectivo grupo de Multicast.­

 

P: ­Junto um grupo de dispositivos unicast e faço um grupo multicast/?

A: ­Não. Qualquer dispositivo unicast poderá associar-se a um determinado grupo Multicast.­

 

P: ­Qual a principal diferença entre a Vlan e o multicast?­

R: ­São conceitos/tecnologias distintas. A VLAN tem como objetivo isolar/separar domínios de broadcast em redes Layer2. O Multicast pretende otimizar a distribuição e encaminhamento de tráfego pela rede (tanto Layer2 como em Layer3).­

 

P: ­É sempre necessário mapeamento do IP no MAC nas seções multicast?

R: ­Sim. Em ambientes Ethernet você necesita de um endereço MAC de destino para enviar o tráfego. Para Multicast foi definido que o endereço 01:00:5E:xx:xx:xx, que em conjunto com o mapeamento ajuda a distinguir os grupos em L2 (embora com sobreposição)­‑

 

P: ­Poderias me indicar um livro Ciscopress sobbre multicast com labs?­

R: ­Para livros de Multicast pode usar os seguintes: Cisco Press - Developing IP Multicast Networks, Volume I. Interdomain Multicast Routing: Practical Juniper Networks and Cisco Systems Solutions­.

 

P: ­Pelo sumário não é para usar em rede de médio e alto porte?­

R: ­Esse sumário referia-se ao protocolo PIM-DM (dense mode) em particular e não ao Multicast de uma forma global :) O Ricardo vai agora explicar outro protocolo que se adapta melhor a ambientes de larga escala­.

 

Histórico de versão
Revisão #
1 de 1
Última actualização:
‎07-02-2014 10:46 PM
Actualizado por:
 
Etiquetas (1)